quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Um dia sem esperança.

   Sala de aula 9º Ano. Em breve futuros adultos. Acabei de dar uma aula sobre indústria cultural na música, discutimos sobre política, música engajada, os manifestos de 2013... E saí da sala destruída.

Mais uma vez.
.
.
.

Alunos falando sobre "ganhar 10 litros de gasolina", sobre a tradução de uma música "de gosto duvidoso"...

E você passa 55 minutos falando sobre mudar a sociedade, sobre fazer músicas que digam alguma coisa, deixar uma mensagem pra próxima geração, FAZER A DIFERENÇA!
.
.
.
E nada...
.
.
.
Riem. Usam bonés com o "horário da maconha" sem saber o que isso realmente significa. Seguem modismos, Usam a roupa da moda, tênis da moda, celular da moda... Escutam a música da moda. Wiggle...Wiggle..Wiggle... Não querem futuro. Querem viver. Do jeito que der.
.
.
.
Oh Chico... hoje tive lágrimas nos olhos ao passar para estes alunos "Cálice" e ver uma luta em vão. Não. Na verdade não foi em vão. Porque eu estou aqui. Mas o que será dos meus filhos?
.
.
.
Dúvidas sobre tudo isso.
Faz mesmo sentido?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Falando nisso... deixe seu comentário: