quarta-feira, 28 de março de 2012

PESOS E MEDIDAS

    Estava fazendo um trabalho sobre o Expressionismo, "linkando" com o tema violência, em um 9º Ano. Essa semana seria a entrega do trabalho, que os alunos ficaram duas semanas fazendo. Na 3ª aula, antes do intervalo, a professora de português pegou o trabalho que um dos grupos estava terminando ao fim da aula dela. Como ela não havia autorizado, ela simplesmente pegou e falou que não ia devolver. Não devolveu, não me disse nada pra mim. Eu vi eles na porta da sala, implorando, pedindo por favor. E ela foi categórica, informando que no 1º da de aula disse que não permitiria isso. 

   Na hora do intervalo, eles foram desesperados me procurar! Sabe o que eles me falaram?!?! Se poderiam fazer TODO o trabalho DE NOVO e se poderiam me entregar NO DIA SEGUINTE!!! CLARO que eu deixei que eles entregassem no dia seguinte... afinal... eles fariam TUDO DE NOVO! 

   Imaginei que (como a maioria dos alunos) eles iriam falar que foi culpa da professora, que EU teria que falar com ela, que era INJUSTO, que ela era uma chata, que o trabalho estava pronto, e que não fariam tudo de novo... ou seja... eu que me lasque! Mas não... eles sabiam de sua responsabilidade, admitiram seu erro e pediram uma nova chance. 

   Não sou santa, mas não sou o diabo! E deixei que me entregassem no dia seguinte. O trabalho foi entregue. Conforme o combinado. 

 Sinceramente... não questiono a postura da professora... É a metodologia que ela acredita dar certo. Ela acredita estar certa. Sei que muitas mães sairiam correndo pra meter a boca na professora e falar de todos os abusos desta profissão. Mas, como conheço os dois lados da moeda... quero mesmo é ressaltar a atitude dos alunos. Isso sim é um EXEMPLO a ser seguido! Admita seu erro e procure uma solução viável para o seu problema. Nunca deixe para culpar o outro. 

 Aprovado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Falando nisso... deixe seu comentário: