domingo, 25 de setembro de 2011

Como ajudar pessoas - AJUDE A VOCÊ MESMO!


    Natural e instintivamente o ser humano é egoísta. Sempre fazemos coisas pensando em nós mesmos. Concordo. Na maioria das ocasiões somo egoístas, altruístas, narcisistas... Normalmente esbravejamos “Eu faço tudo nessa casa”, “eu estou tão cansado”, “eu não tenho tempo” “eu não aguento mais!” “eu, eu, eu, EU...”. Mas, será que fazemos algo por nós mesmos, DE VERDADE? Ou apenas esbravejamos essas frases no ouvido mais próximo?
Talvez ajudar a si mesmo seja a tarefa mais difícil, porque vivemos nos boicotando. Somos egoístas, mas não sabemos fazer o bem a nós mesmos.
   É fácil dizer “Eu não tenho tempo pra mim”, mas quando surge a oportunidade de fazer aquela prometida “academia” a gente diz que não tem dinheiro, que esse mês não vai dar, que estamos muito cansados...
   É fácil gritar em casa “Eu estou TÃO cansado”, mas ao invés de sentar e descansar por um hora, vamos direto para aquela pilha de roupa e ficamos reclamando da quantidade de tarefas que ainda temos para fazer antes do fim da noite.
   É fácil reclamar que “Não tenho tempo”, mas o que fazemos do nosso tempo? Cumprimos nossas obrigações, cuidamos do trabalho, das contas, da casa, dos filhos, do cachorro, do marido, das unhas... mas... E NÓS? Onde está o nosso tempo?!?
   Estou falando de AJUDAR A SI MESMO, DE CUIDAR DE VOCÊ, DE SE DAR AO LUXO DE DESFRUTAR DE SUA PRÓPRIA COMPANIA.
O segredo, segundo os budistas, é que a FELICIDADE ESTÁ NAS PEQUENAS COISAS e que DEVE-SE FAZER AQUILO QUE SE GOSTA.
   Se eu gosto de fazer a unha. Ótimo. Uma vez por semana faço minha unha. Se gosto de música, deixo o rádio ligado enquanto lavo a louça, quem sabe arrisco alguns passinhos de dança. Se eu gosto de livros, tento ler pelo menos ma página antes de dormir. Se gosto de escrever, carrego um caderninho na bolsa pra escrever no ponto de ônibus. Se gosto de ficar com meus filhos, tento deixar de lado as tarefas de casa para aproveitar melhor meu tempo com eles. Se não tenho tempo para ir no bar e tomar aquela cerva, vou até o mercado e compro um vinho pra tomar com minha esposa depois que as crianças dormirem. Se gosto de chocolate, me delicio com uma trufa depois do almoço. Se gosto só de mim mesmo, tento tomar um banho mais longo. Se não gosto de nada, tento descobrir algo pra gostar...
   Assim, lendo, parece fácil, né? Ou pelo menos, não seria impossível tirar um tempinho para coisas tão pequenas ( e que nos fariam tão bem....) Mas quem de nós se dá ao luxo de ter esses pequenos prazeres no decorrer do dia? Quem consegue fazer pelo menos UM pequeno deleite ao dia? QUEM? Preferimos perder nosso tempo e ficar reclamando de tudo aquilo que nos falta e que não conseguimos fazer. Preferimos sentir falta daquilo que não somos e não fizemos. E por isso somos tão infelizes.
   QUER AJUDAR? Comece por você mesmo. Ajude a si mesmo. Faça a sua felicidade. Aos poucos, com pequenos deleites, com pequenas coisas, mas que fazem seu dia valer a pena. Um sorriso, um chocolate... tanto faz. A roupa vai esperar, o jantar não vai queimar, seu filho não vai chorar... Sei que parece quase impossível. Mas pare de se boicotar e tente se ajudar um pouco mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Falando nisso... deixe seu comentário: